terça-feira, 14 de junho de 2011

Noites Adamantinas


Tela de Steven Kenny


Olhos me vigiavam todas as noites,
Flutuando dentro de um rosto jovem e inquieto.
Perfil esculpido de ritos e lumes,
Sufocado de pequenas palavras e lágrimas fugidias,
Respirava um ar petrificado de homem que espera.

O templo de trevas e dentes
Sacudia suas muralhas de pedras verdes.
Uma argila densa e estruturada o encobria.
O vaso do esquecimento prendia o seu corpo
No fundo da noite com as mãos atadas por cipós.

Procurei por muito tempo esse homem
Que me entoara o canto lunar, e falava da
Luz planetária que pairava sob minha cabeça.
Cobriu-me muitas noites com o manto tecido
Por anéis de fumaça dos sonhos.

Trazia na boca as palavras dos adivinhos
E dizia que em meu corpo o amor cabia inteiro.
Lentamente desenhava, com sangue e terra,
Poemas sobre um lugar de cores e música,
Fazendo nossas vidas se estamparem
De pirilampos e noites adamantinas.

12 comentários:

Artes e escritas disse...

Todo um clima enevoado encobrindo os sonhos. Um poema quase místico e interessante. Um abraço, Yayá.

Arnoldo Pimentel disse...

Uma atmosfera linda para um poema forte e profundo.Beijos

manuel marques disse...

"A noite por ti despida. Lume e perfume do sol. Íntimo rumor do mundo. ... "

Abraço.

efa disse...

estuve algo ausente pero ya volví para disfrutar de tu poesía, lograste un bonito clima.
Salud

Yan Chaparro disse...

faz tempo que não via imagens escritas que levam para espaços outros, mais belos...

obrigado

Van disse...

A cor, o cheiro e os sons da noite me vieram à mente ao le-la.

Lindo poema, doce Raquel!

Marli Boldori disse...

Muito doce seus poemas,com uma doçura de sensual e romântico,mas que nos deixa com vontade de amar um pouco mais.Um grande abraço!

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde.Que interessante o desenrolar desse poema cheio de riqueza de detalhes.Dá para viajar nele muito bem.
Uma excelente semana para ti.
Um beijo, e fique com Deus!

João disse...

belas palavras cultivadas de cultivo nobre
um arbusto de maravilhas
muito bom tem sua companhia em meu blog
grande abraço
João

A. Reiffer disse...

Ótimo teu blog! Parabéns! Abraços!

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, poetisa! Estou com saudades de novas postagens, rs!Aguardo ansiosa!Você tem um talento maravilhoso!!!!!!!!!
Um beijo grande, fique com Deus, e excelente domingo, e uma semana cheia de amor e paz!!!!!!!!!!

Paulo Roberto Wovst Leite disse...

Oi Rachel!
Passei uma noite dessas, rasgando-a com gritos e uivos quase enlouquecidos, para ver se despertava o meu amor de seu sono eterno.

Beijos