sábado, 19 de abril de 2008

Partículas de Sonho

Tela de Jacob Collins


Provei a doçura da brisa
Na manhã de nossa história.
Recolhi musgos,
Depois de sua chuva em mim.

Cobri nossos corpos,
Com a colcha pespontada
De folhas ardentes.

Bebemos do veneno de meu ventre
E um sabor fresco de chuva,
Deixou seu corpo doce,
Pronto para semear.

Partículas de sonho almiscarado,
Cintilam agora, irresistíveis,
Dentro de mim.

3 comentários:

Manuel Marques disse...

Como é bom o amor!!! Que soberba demonstração do acto mais excitante que há ao cimo da terra: o encontro entre um homem e uma mulher vestidos de si mesmos! Beijos e parabéns!

Textos, Desejos e Paixões disse...

Olá minha linda e inspirada amiga.

Parabéns adorei este texto... Muito lindo....
Obrigado por partilhar conosco.

Bj

KLinger

Leninha disse...

AMEI...LINDO...
DEIXO MEU BEIJO CARINHOSO POETISA.