terça-feira, 5 de abril de 2011

Força Cósmica


Tela de Jake Baddeley



Nossa iniciação começou
Na clausura das alvéolas,
E por qualquer força cósmica
De dança das constelações,
Estrelas não nos reconheceram,
E fomos remetidos a um ritmo
Frenético à solidão da noite.

Éramos estrangeiros,
Dávamos passos em volta
Sem nos reconhecermos.

Foi o vento gelado de ar arredondado
Que fechou a caixa de carinhos.
Deixou-nos como duas crianças
A se debater numa infância mágica,
Ainda no encontro de nós mesmos.

Da noite ao dia, do nascimento à morte,
Estávamos olhando-nos de longe.
Apesar do nosso eterno retorno,
O futuro prometido
Estava sempre no passado.

Nossas mãos agora se acendem
Chamando-nos desde a distância de tudo,
Iluminando o permanente movimento
Das nossas estações.

Aguardamos a melhor conjunção planetária
Para entrarmos nas esferas celestiais do encontro.
Uma rede espessa de cristais nos prenderá
No princípio de suas contas brilhantes,
E será a ressurreição de todos
Os nossos instantes vividos
Antes de nossa morte.

Uma energia de radiações nos envolverá,
Crivando-nos de sol, e sairemos
Da sombra dos poemas
Para bebermos da seiva do alvorecer.

23 comentários:

Arnoldo Pimentel disse...

Poema muito lindo mesmo, parabéns e um lindo dia pra você, beijos.

Paulo Roberto Wovst Leite disse...

E envoltos num instante fogo, consumir-se e não mais. O nada absoluto.

Cristal - ♥♥♥Ani♥♥♥ disse...

"e sairemos da sombra dos poemas para bebermos da seiva do alvorecer".

Rachel que lindo poema...

A intenção era deixar quem está lendo sem respiração de tão bonito?

Se era, você conseguiu querida.

Simplesmente maravilhoso.

Beijos

Ani

manuel marques disse...

Lindo .

Beijo.

V.Cruz disse...

Belissima poesia em prosa! Como toda iniciante...viajei!
Bjsssss

Betha Mendes disse...

Lindo passar aqui,

mergulhar nas tuas imagens sur(reais)! Parabéns pelo belo texto!

bj

Betha

Vozes de Minha Alma disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vozes de Minha Alma disse...

Oi Rachel.
Minha alma absorve este poema arrebatador, e de volta às estrelas, agradece.
Um abraço afetuoso e bjs em teu coração

Armando Miguel Montoya disse...

¡Hola Raquel!
En un minuto de lectura ,me has llevado rápidamente,desde el principio al fin.La vida,la muerte,la resurrección......
Luz y sombra,día y noche,el movimiento constante.
Vértiginoso recorrido de los tiempos de la vida,con amor y pasión.
Hay mucha energía en esta entrada.
Deseo se de la mejor conjunción.
Un blog con mucha potencia,fuerza y lirismo.

Un abrazo desde Córdoba -Argentina de este hombre puramente sentimental.

¡MUY BUENA SEMANA!

F. disse...

Ola Rachel ( acho chic esse nome) rs
Obrigada por sua visita em meu blog. Já estou eguindo vc aqui.
Tenha um ótimo dia.
bjos

O que Cintila em Mim disse...

Fico aqui como a lua, mudando de fases e sempre na intenção de que cada uma delas me seja a melhor.

Grata a todos por me ler em cada uma dessas fases de minha lunação.

Carla Diacov disse...

hoje vim de véu...meu véu que cobre mas não esconde as ânsias em rezar e despir os olhos por aqui...
beijos!

Catia Bosso disse...

Olá, Muito prazer! Sabe que um poema assim dá vontade de comentar cada linha... ms não gosto de fazer de um comentario um segundo poema (se bem q as vezes me escapa) pois pode dar a entender q queremos roubar a cena... mas achei muito legal a parte que diz ' sairemos da sombra dos poemas para bebermos da seiva do alvorecer' Acredito que sairemos da sombra dos poemas e entraremos então nas luzes das poesias....

bjsss

Eliane Accioly disse...

Que lindo poema, e que delícia celeste ter uma vontade oculta de ser vento! Minha respiração vem desejando ser vento...
Maior que eu, obrigada!

A Designer de Joias disse...

Oi Raquel, vim agradecer sua gentil visita e me tornei sua seguidora tbm.
Quantas palavras lindas encontrei por aqui. Parabéns....
Bjos especiais no dia internacional do beijo

rosadocairoshannyalacerda.blogspot.com disse...

O recomeçar é brincriação nos dias, já o beber poético é a recr(e)iação dos amanheceres...

logo eu espero que a cada dia você recomece, para que eu a cada dia venha aqui me recr(e)iar!

bjins e tdm!

Regina Coeli Carvalho disse...

Rachel
Aplaudindo seu poema que é uma oração de esperança.
Meu carinho.

Carla Diacov disse...

(You're gonna wish you never had met me)

O que Cintila em Mim disse...

Eu adorei te te conhecido, Carla Ovakov!

Natural.Origin disse...

Bebendo:)*

M. L. disse...

Com toda certeza, seus poemas são uns dos mais belos que já tive a oportunidade de absorver.

Um beijo

Judy disse...

Rachel,

Parabéns ao blog e aos escritos.Vou seguir e voltarei mais vezes.
Dá uma passadinha no meu.

Abraços.

=)

efa disse...

Dejaremos que las fuerzas naturales nos lleven donde les plazca.
Besos.
Siempre vuelvo
efa