sexta-feira, 29 de abril de 2011

Seu Gesto

Tela de Michael Whelan



Não sobrou mais nada
Daquele lugar longe do mar.
De mim, apenas um grito
Projetado do âmago
De uma folha em branco.

As manhãs estão cinzas
E seus passos que vagavam
Dentro de meu coração
Agora sonham em outro peito.

O abrigo suave está em ruínas,
Pouco sobrou de quase nada.
Foi-se o inventor de sonhos,
Perdeu-se o começo da noite
Que eu guardava na palma da mão.

Tentei trazer outro construtor
De caminhos ondulantes,
Outro que soubesse mais
De pontes de abrigo
E uma casa de pássaros e vento.

Não sei mais como saber sobre encontros,
Dentro dessa história cheia de silêncios.
O ar que continha o meu fôlego
Quase dentro do seu,
Agora flutua sobre um projeto de gestos
Dentro do meu corpo que morreu.


Ganhador do Premio de Poesia da Comunidade É PROIBIDO PROIBIR do Orkut.

23 comentários:

♥♥♥Ani♥♥♥ - Cristal disse...

Linda poesia Rachel,

Suas palavras são maravilhosas, uma sensação de estar dentro da sua poesia.

Muito bom estar aqui...

Adorei!

"Pouco sobrou de quase nada.
Foi-se o inventor de sonhos,
Perdeu-se o começo da noite"


Beijos

Ani

Arnoldo Pimentel disse...

Muitas histórias terminam em silêncio, silêncio que às vezes se perde entre as montanhas.Gosto muito de ler você, beijos.

Arnoldo Pimentel disse...

Amei seu comentário, mas quem sabe você não tem um lugar(coração) assim e nem mesmo vê. Gosto demais de te ler , beijos

O que Cintila em Mim disse...

Quem sabe...

Van disse...

Quando o oxigênio que alimenta nosso fôlego se vai, há que bombeá-lo a partir do fio que nos sobra. Silêncio e noite em nós

Maravilhosos são os seus poemas Raquel.

Beijos!

JOSÉ ROSÁRIO disse...

Fantástico! Posso arriscar que seja impossível existir alguém que não compartilhe, com você,de sua poesia.

Leninha disse...

Linda imagem:"os passos que vagavam dentro do meu coração"...fiquei prisioneira de sua mágica poesia...
Primorosos os seus versos,Rachel.Bjsss,\Leninha.

Dr.Stanley disse...

uma casa de ventos em pássaros:você.

Cell Miranda disse...

Quando li te senti ''dentro'' da poesia. Sabes que isso é o que importa para mim, a emoção.
Beijo grande

V.Cruz disse...

Ufa...terminei de ler sem ar...tua poesia entranha e vai singrando os sentidos com um que de posse...será que quando eu crescer vou conseguir fazer assim?rs
Magnifica!
Bejsssss

O que Cintila em Mim disse...

"O poeta é um fingidor. Finge tão completamente. Que chega a fingir que é dor. A dor que deveras sente. "

Quando Fernando Pessoa escreveu isto, falava exatamente de mim.

Márcia Cristina Lio Magalhães disse...

Beleza de poema...

Andressa disse...

Você tem uma mente incrível.

rosadocairoshannyalacerda.blogspot.com disse...

Não obstante aos delírios de cada poeta, vence aquele que com pouco consegue driblar o óbvio e encantar a serpente inquieta de cada semblante, prendendo-a sempre e sempre num ar cálido e lancinante. Pois é, não foi a toa que ganhou o prêmio a bela flor, não foi a toa que encantou semblantes dispersos, haja vista que imagens tão simples e tão ricas foram postas em calda narrativa e derrubadas sobre os pensamentos humanos...

parabéns rachel
bjins e até a próxima

Paulo Roberto Wovst Leite disse...

Prêmio merecido!

O que Cintila em Mim disse...

Outros podem andar ao seu lado, mas ninguém pode andar por você!

http://www.youtube.com/watch?v=tklXDZlxwjU&feature=related

Betha Mendes disse...

Senti-me dentro de uma tela neste belo poema, Rachel!

bj

Betha

Arnoldo Pimentel disse...

Passando para desejar-lhe um lindo dia, saudades de suas postagens e seus comentários, beijos.

jose vitor lemes disse...

Rachel! Que lirismo lindo!

"seus passos que vagavam
dentro de meu coração
Agora sonham em outro peito"
"O abrigo suave está em ruínas,
Pouco sobrou de quase nada.
Foi-se o inventor de sonhos,
Perdeu-se o começo da noite
Que eu guardava na palma da mão."

Percebo que não lhe faltam palavras para vaguear frases profundas.
Venho do blog http://bobeirinhasdasil.blogspot.com/
Se não for incomodo, seguirei o teu blog, tuas poesias encantam a construção da alma!
Abraços

Abraços

O que Cintila em Mim disse...

José Vitor Lemes, eu procurei, mas não te achei.

Leninha disse...

Passei aqui prá te desejar um bom dia e uma linda semana,poeta...
Você está sumida...apareça lá no meu cantinho,que está precisando de sua luz.Beijos,leninha.

PINTURAS NAÏF DE HELENA COELHO disse...

Poesias cada vez mais lindas! Adoro tudo que vc escreve!Parabéns minha amiga querida!Bjs

efa disse...

Guau!!!! Felicitaciones por el premio, lo tenés muy merecido.
Besos y vuelvo por más