quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Irremediável

 Tela de Oshiro Tachibana


Foi tanta ânsia louca
De te ter dentro de mim,
Que me fiz desatar
Dessa vontade enfim.

Articulei uma lógica
Insensata e cega
De precipitar-me
Atravessando-me em ti.

Decifrei poros,
Descobri músculos,
Penetrei mistérios
Até dobrar-me
Neste frenesi.

Despertei teu rastro
Encontrando algo que
Cintila um astro
Encaixando em mim.

Arrastamo-nos um ao outro
Com a avidez de um louco
Dilatamo-nos,
Eu em ti,
Tu em mim.

E irremediavelmente
Como água limpa,
Derramo-me
Neste corpo urgente
Que sedento sela
Sua vontade em mim.

16 comentários:

Macário Campos disse...

Já estava sentindo falta.
Lindo.

Paulo Roberto Wovst Leite disse...

Rachel, a Van tem toda razão teu blog suavisa a vida...

abraços,
Paulo.

Dessa disse...

Articulei ilógica e insensata.

Adorei!

luiz gustavo disse...

um florvalhar de lótus
no céu sucumbido cintila
escarpas de guelras...

luiz gustavo disse...

dançam as estrelas
como se o silêncio conspirasse
contra a solidão do céu...

luiz gustavo disse...

tudo se esvai -
até a dor
deste poema...

luiz gustavo disse...

o cenário do céu
- as estrelas sabem -
urra no tédio...

luiz gustavo disse...

tênue te encontrarei
em teus (en)cantos
em meus poemas-sombras
e em prantos...

Van disse...

ah esses momentos irremediáveis!

Que bom gosto na expresão da sensualidade Raquel, dá vontade de ler, ler e ler. Lindo!

Beijo

luiz gustavo disse...

o que contemplo agora ?
um poeta embriagado que se extermina pelas pálpebras
pelo ventre pela língua !

Cris disse...

Urgência, desejo e comunhão.
Poesia q prende... perfeito Rachel! Bjãoo

docerachel disse...

Que bom que o amor pode acontecer dessa forma.

Obrigada a vcs que passam e me vêem.

efa disse...

cuerpos urgentes, sedientos, encontrándose, bañados en agua limpia!

Me encanta leerte, sabías?

Besos a vos.

Ulisses A. disse...

Como sempre, poemas belíssimos'
seguindo seu blog'
;)

Anna Amorim disse...

Rachel,

Desta ânsia somos (e)feitos!

Beijos,

O que Cintila em Mim disse...

Naturalmente me sinto bem feliz com esses comentários cheios de carinho.

Muito grata.