sábado, 12 de fevereiro de 2011

Labaredas


 Tela de Nicoletta Tomas Caravia


Queimamos dentro da noite,
Veia intumescida de sangue que brota
Estações de loucas sementes.
Terra lavrada de sêmem,
Cintura que treme em delírio.
Luz difusa das nebulosas,
Escreve um verso com o calvário
Que sai do inferno entre as coxas.
Renasce no esplendor da demência,
A garganta grita seu nome,
Sombra voraz a espreita.
Figura escorregadia contempla
A desordem alucinada dos beijos.
Paisagem molhada em suor,
Migalhas da noite alucinam,
Batalham no lençol de linho,
Por dois caminhos e seios.
Um abraço feroz esquarteja,
Um corpo afundado na cama.
Constelações estremecem e gritam,
A carne sangra e queima
Em labaredas e gozo.
Um astro subindo no ventre,
Com um incêndio entre os dentes,
Sacudindo a serpente da noite,
Que entra latejante e louca.
Rasgando a cortina em chamas
Que sai do céu de minha boca.
Suntuosa doçura que engasga
Sacia o lugar mais profundo.
Estrelas saltam dos olhos,
Soprando o nosso abandono.
Caídos sem fôlego e atônitos,
Por pouco incendiamos no quarto.

30 comentários:

Andressa disse...

Escreve um livro!

docerachel disse...

Tenho escrito contos e postado neste blog ...

http://orebate-rachelmoraes.blogspot.com/

E nesta revista espanhola...

http://www.elportalvoz.com/index.php?option=com_content&view=section&id=8&layout=blog&Itemid=85

Macário Campos disse...

Sem palavras.
UAL!

rosadocairoshannyalacerda.blogspot.com disse...

Isso sim é que é tocar céu com dedos e palavras... as labaredas não só soaram na tela que se iluminava mas em meu corpo que se máculava a cada signo lido, a cada palpadela dedilhada pelo gotejos simbólicos de tuas preces corporais...
belissímo belissímo, parabéns.

O que Cintila em Mim disse...

Rosa do Cairo, me impressiono com sua capacidade de comentar. És sensível e poética além da imaginação...fico sem palavras. Poderia dizer que vc é a mão que balança o blog.

El Brujo disse...

O que cintila? Só sei que quem aprende o teu caminho volta sempre!

Paulo Roberto Wovst Leite disse...

A quem separe paixão de amor, deveriam ler este poema.
uivos!

manuel marques disse...

Por mais duro que alguém seja, derreterá na llabareda do amor. Se não derreter é porque o fogo não é bastante forte ...

Beijinhos meus.

Betha Mendes disse...

Belíssimo,
Cintilante...

Sem palavras pra não deixar sentir essa imensa labareda de poesia!!!

bj

Betha

Van disse...

Permitir o incêndio da paixão, se deixar queimar por esta labareda intensa...

Que bom que você me visitou, assim pude conhecer sua casa tão linda e sua poesia tão profunda, amei!

Te sigo com alegria!

Mónica disse...

Bellisimo Blog!!te sigo!!cariños!

O que Cintila em Mim disse...

Que sei eu se esse sonho seguirá...hoje devo dizer que quero bem a todos vocês...

Carla Diacov disse...

por pouco, por bem pouco não taco fogo no pejo do que leio!
pejo?
sim há o pejo!!!!

CARLA STOPA disse...

Encantada também...Grande abraço.

O que Cintila em Mim disse...

Carla Diacov, não se envergonhe, pois aqui acontece o amor!

Meias de Seda (Suzy) disse...

Vim conhecer o seu cantinho e me encantei com suas poesias. Lindas!

rosadocairoshannyalacerda disse...

Bondosas suas palavras para comigo, como o afago de teus signos sobre minha sensibilidade. Despertas paixão, não em fogo pálido, mas inquieto e impulsivo quanto ao arremate das palavras, que não cabem em si de tão completas, abarrotadas que se tornam.
Não pretendo tocar, contudo, a beleza. Pois ela é ignota, morgadia; pretendo ao feio, o complexo, o turbilhão luzidio das fagulhas do pensamento. Talvez seja por isso que haja mútuo contemplamento.

Suas palavras, difíceis, às vezes, mas toda dificuldade só é o começar do estalar do fogo sobre a trilha do desejar pensar. Por isso gosto tanto de vir aqui e ficar a me marear no burburinho das vielas de teu poemar.

efa disse...

habrá que apagar el incendio!
Me gustó
Besos

PINTURAS NAÏF DE HELENA COELHO disse...

Eu vivo depressa, mas não tão depressa que não possa lhe dar o melhor de mim!

kryss disse...

Rachel,

Amo ler o que vc escreve. O que cintila em ti é pura emoção.

E precisa de mais??

Beijos da sua fã e amiga

Kryss

Poeta Renato Douglas disse...

Olá adorei o seu blog. Lindo mesmo. Faça uma visitinha ao nosso e seja mais uma membro, você é nosso convidado especial. http://poetarenatodouglas.blogspot.com/.

Abraços: Renato Douglas

Carla Diacov disse...

pelos quartos, incendiamos o porco!

O que Cintila em Mim disse...

Hahaha, e assim a festa fica perfeita!

Carla Diacov disse...

ai
aiaiaiaiai Rachel
Cê viu que tem um cara bem malvado em cima da menina com flor?




te juro!!!!
ai ai ai ai ai e ai!

)não gosto dele(

Van disse...

Tem um selo pra você lá no Retalhos do Que Sou, querida, passe lá mais tarde.

Beijos!

docerachel disse...

Que meiga vc Van!
Obrigada pelo carinho.

Van disse...

Raquel minha doçura,

mil perdões pela minha falha, sou nova neste ofício e às vezes apanho um pouco. Seu link era o primeiro da minha lista mas ao arrumar a diagramação do selo creio que o engoli e não percebi. Ele está lá agora bem bonitão, no lugar de onde nunca deveria ter saído, me perdoe!

Beijos querida e doce Raquel!

Ps: amei o Vanzinha!

Van disse...

Mandei o e-mail Raquel :)

efa disse...

Volví a pasar...buscando otro poema!
Besos

PINTURAS NAÏF DE HELENA COELHO disse...

É tão gostoso chegar aqui e me deleitar com seus poemas!
Que tenhas um final de semana iluminado!Bjs