quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Juntos


 Tela de Odd Nerdrun


Alguém lançará uma flecha no meio da noite,
E será vista caída num deserto.
No centro dela estaremos nós.

Nela, recuaremos o instinto de viver
E nossa intimidade
Será acolhida pela terra.

E será insuportável esse tempo de dor
E o extravio de nossa carne para o barro.
Aves bicarão nossos olhos
Engastados numa face sem espírito.

Instantes frágeis e arrebatadores
Como uma música noturna
Nos levará em levitação.

Olharemos um para o outro
E estaremos etéreos
Dentro de um obscuro tempo.

Nos despediremos
Para sermos recordação
De uma vida intensa e breve.

Seremos colocados em uma única urna.
Lacrarão o ataúde com beijos de amantes.
Cântaros de cânfora entrarão em nossos corpos
E bálsamos de flores escorrerão sob nossa pele,
Deixando uma idéia de aroma distante.

Ouviremos um murmúrio de rezas
E nuvens luminosas irão abrir o céu
Nos mostrando o silêncio.
Entraremos de mãos dadas
E juntos beberemos o sumo da eternidade.

Estaremos num caminho de algodão e estrelas,
E quando eu chamar o teu nome,
Lírios se abrirão e teu rosto será divino.

Depois de conhecer o sobrenatural,
Ficaremos ali, no âmago pontiagudo
Daquela escuridão visceral.
Deitaremos juntos numa cama de nuvens ondulantes
E aspiraremos novamente o ar do renascer.

11 comentários:

manuel marques disse...

Ninguém ainda sabe se tudo apenas vive para morrer ou se morre para renascer ...

Beijo.

docerachel disse...

Estamos na roda do destino a girar constantemente.

Cris disse...

Forte, profundo...
fúnebre e cheio de vida.
Bjãoo Rachel. Brigadão pela visita, apareça sempre q possível.

Paulo Roberto Wovst Leite disse...

Imaginei esta entrada triunfal na eternidade ao som de Astor Piazzola, seria magnífico.
abraços,
Paulo.

O que Cintila em Mim disse...

Paulo acho que Milonga del Angel seria ideal para essa entrada...

http://www.youtube.com/watch?v=bbdakZjHTys&feature=related

Maria disse...

Amiga, estou retribuindo a sua amável visita ao meu humilde cantinho, é sempre uma alegria enorme ver chegar mais uma amiga. Adorei o seu blog e irei acompanhar com imenso prazer.
Beijinhos
Maria

O que Cintila em Mim disse...

É isso Maria estamos na rede de Indra.

Obrigada

Paulo Roberto Wovst Leite disse...

Sublime...

♪ Sil disse...

E seria tão bom aspirar esse ar novamente.
O do renascer...

Um abraço Rachel!!!

Arnoldo Pimentel disse...

Muito lindo o poema, vim conhecer seu cantinho, achei um encanto, já sigo. Lindo fim de semana pra você,beijos.

Pedra do Sertão disse...

Olá, Doce Raquel,

Fui flechada pela sua poesia! abraço